Chapada dos Veadeiros – GO

       Para se chegar a Chapada dos Veadeiros é necessário um voo até Brasília e de lá um transfer, ônibus ou carro até uma das cidades que servem como base para os passeios e para o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, que pode ser Vila de São Jorge, Cavalcante ou Alto Paraíso. A Vila é a mais próxima ao Parque Nacional e foi onde ficamos.

IMG-20171014-WA0008
Chegando na Álmecegas II

       A melhor época para visitar a Chapada é no período da seca, de maio a setembro. No período das chuvas, as águas dos poços e cachoeiras podem não estar tão cristalinas , além da chuva poder se tornar um empecilho para a realização de alguns passeios. Fui em outubro, mas não choveu e o clima estava bem seco.  Além das trilhas e cachoeiras do Parque, há diversos outros passeios.

 

       A Cachoeira de Santa Bárbara é um dos passeios mais procurados da região. Fica localizada em uma comunidade Kalunga (comunidade remanescente quilombola) na cidade de Cavalcante. É preciso ir um local próximo ao início da trilha para pagar a taxa de visitação para acesso a cachoeira de Santa Bárbara e da Capivara e colocar o nome na lista, pois dependendo da época a procura é bem grande. Portanto, procure ir de preferência o mais cedo possível. Além dessa taxa, é necessária a contratação de um guia que é obrigatório. Eu já fui com o guia direto de São Jorge, (é possível fechar o passeio em agências na Vila), mas também é possível contratar lá na CAT da Comunidade Kalunga (Leve dinheiro em espécie). Aí começa a trilha em meio ao cerrado, quase não há árvores, então leve protetor e boné/viseira para se proteger do sol. Depois dessa looonga caminhada, chegamos primeiro na Cachoeira Santa Barbarazinha/Barbarinha, mas seguimos direto para a Santa Bárbara,  porque o tempo é limitado. Chegando na Cachoeira mais esperada da viagem, pude apreciar sua beleza, a incrível cor de sua água que pelas fotos parecia ser filtro.

 

 

Santa Barbarinha e Santa Bárbara

Depois seguimos para a Cachoeira da Capivara, mais uma trilha e vamos caminhando entre diversas pequenas quedas de água e um mirante com uma vista deslumbrante. Com um poço ideal para banho, com menos pessoas que na Santa Bárbara e sem tempo cronometrado é o local perfeito para relaxar depois do dia de caminhadas.

 

       Enquanto você está lendo, vai lá rapidinho curtir nossa página no Facebook Astrolábio Trip e no instagram @astrolabio.trip !

Fazenda São Bento, Almécegas I e II

       Chegamos e ficamos aguardando um pouco na Cachoeira São Bento e fica logo na entrada da fazenda. Depois entramos na van e nos levaram até o início da trilha (trilha bem íngreme). Após um tempo andando, chegamos em um mirante, onde podemos ver a cachoeira de cima e tirar várias fotos. Agora é começar a descer para chegar a Almécegas I. E finalmente chegamos, como estava sem chover por um bom tempo, as quedas estavam com pouco volume. Tempo para o banho encerrado e voltamos para o estacionamento para ir para Almécegas II. Pegamos uma trilha bem mais curta e tranquila que a outra, com um visual lindo. Essa é para relaxar e tirar muitas fotos.

 

Cachoeira de São Bento e Almécegas I (pouco volume, por causa da época)

       E o dia acabou por aí??? Nãaaaooo!  Nos despedimos da Fazenda São Bento e fomos direto ao Vale da Lua, que é um dos principais atrativos da Chapada dos Veadeiros. Suas formações rochosas lembram o solo lunar. Pagamos a entrada e começamos mais uma trilha que pelo menos não apresenta muita dificuldade. Chegando no vale da Lua, não tem como não ficar encantado com um cenário tão diferente, e para mim, de tudo que tinha visto até então. A diversão fica por conta das 3 piscinas naturais. Ficamos apenas na terceira.

 

 

       Infelizmente não pudemos fazer todas as atividades e ver as belezas que o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros nos proporciona, pois em outubro/2017 houve uma grande queimada e aconteceu enquanto estávamos lá, ou seja, o Parque foi fechado. Foi muito triste, mas com as chuvas, o Parque está se recuperando.

A vida noturna da Vila de São Jorge

       Na rua principal e na paralela a ela, há vários restaurantes, lanchonetes, pizzarias e até mesmo barraca de churrasquinho. Há um bar com música ao vivo que fica bem cheio e alguns dias também tem forró que segue pela madrugada.

 

      Por que os ETs?? A região da Chapada dos Veadeiros fica sobre uma imensa placa de quartzo, que dá uma energia diferenciada ao local e que para alguns também favorece a vista de extraterrestres e OVNIs.

Não se esqueça de levar:

Dinheiro em espécie, pois muitos lugares não aceitam cartão ; Repelente ; Protetor solar e protetor labial; Boné ou viseira.

Gostou? Não deixe de conferir essas e outras dicas no instagram @astrolabio.trip  e  em nossa página no Facebook  Astrolábio Trip

 

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s