Celebração de Corpus Christi em Cusco

       A comemoração de Corpus Christi em Cusco foi uma agradável surpresa que tivemos durante nossa viagem a Cusco, no Peru. Soubemos dessa festa tão especial na cidade quando descemos do taxi e encontramos as ruas lotadas de pessoas, imensas e coloridas imagens de santos sendo carregadas por devotos e muita música.

       A celebração de Corpus Christi é muito marcante em Cusco e começa um dia antes, na quarta-feira, onde quinze Santos e Virgens organizados em procissões chegam de diferentes lugares à  Catedral de Cusco, na Plaza de Armas, para saudar o corpo de Cristo. No oitavo dia, na chamada “Oitava de Corpus”, os santos retornam para seus lugares de origem em procissão novamente.

_GAB8286
Corpus Christi em Cusco
20180530_145249
Corpus Christi em Cusco
20180530_134641
Corpus Christi em Cusco

       Os quinze Santos e Virgens que se reúnem nesta data são os seguintes: Santo Antônio da paróquia de São Cristobal, São Jerônimo da paróquia do distrito de São Jerônimo, São Cristobal da paróquia de São Cristobal, São Sebastião da paróquia do distrito de São Sebastião, Santa Bárbara da paróquia do distrito de Poroy, Santa Ana da paróquia de Santa Ana, Santiago Apóstolo da paróquia Santiago, São Blas da paróquia de São Blas, São Pedro da paróquia de São Pedro, São José da paróquia de Belém, Virgem Natividade da paróquia de Almudena, Virgem dos Remédios da igreja de Santa Catalina, Virgem Purificada da paróquia de São Pedro, Virgem de Belém da paróquia de Belém, Virgem da Imaculada Conceição “La Linda” da Catedral. Estes santos são carregados por devotos a pé pelas ruas de Cusco. É uma cerimônia muito tradicional e pra mim foi uma oportunidade de conhecer mais sobre a cultura peruana de perto.

Como surgiu:

       Antes da chegada dos espanhóis, os filhos do Sol carregavam em desfile as múmias de seus antepassados Incas em datas importantes. As múmias eram consideradas sagradas pelos Incas e acreditavam em seu retorno após a morte, por isso estavam “presentes” em rituais e em desfiles. Os conquistadores proibiram esse costume e resolveram substituir as múmias por imagens de Nossas Senhoras e Santos católicos e assim transformaram em uma procissão católica.

Dança dos Ukukus ou Pablitos ou Pablucha

       Andando pela multidão, percebemos que algumas pessoas assistiam uma apresentação em frente a Catedral de Cusco. Era a dança dos Pablitos, Pabluchas ou Ukukus, os guardiões da montanha. Apenas meninos e homens podem representar o personagem, que é metade urso e metade humano. Usam máscaras, roupas coloridas e carregam um chicote para controlar a procissão e castigar quem se comporte mal. Nesta apresentação cada um deles ia até uma pessoa sentada com uma imagem de um santo , benzia-se e passava por um corredor de Pablitos com seus chicotes preparados e quando este passava pelo corredor, recebia chicotadas em suas pernas até chegar ao final.

       De acordo com a lenda , os Pablitos ou Urukus são filhos de um urso de óculos com uma jovem mulher, sendo metade urso e metade humano. Quando o urso filho voltou ao povoado de onde sua mãe havia sido raptada pelo urso pai, ele não foi bem aceito e acabou indo viver nas montanhas. Viveu sozinho até que Deus teve pena dele e lhe deu o pode de saber de tudo que se passava na terra e ser seu mensageiro.

      Espero que tenha gostado de aprender um pouco mais sobre a tão rica cultura peruana. Viajar vai muito além de somente conhecer lugares, aprendemos sobre diversas cuturas e regressamos com muito mais conhecimento sobre o mundo.

Até o próximo post, viajantes!!XOXO

       E aí, o que achou? Deixe suas impressões lá nos comentários. Inscreva-se no blog para receber avisos dos novos posts, no Instagram @astrolabio.trip , na página no Facebook Astrolábio Trip  e no Canal do Youtube Astrolábio Trip.

       Vai viajar, gosta de descontos e ainda não escolheu onde se hospedar? Clique em nossos links para ganhar descontos em suas próximas hospedagens:  R$50,00 no site Booking.com https://booking.com/s/de37448f R$ 130,00 no AIRBNB http://www.airbnb.com.br/c/priscilab1086  .

16 comentários

  1. Também já peguei uma festa sem querer em Cusco (mas não Corpus Christi) e foi incrível! É tudo muito animado e cheio de caracterizações e música, exatamente como você descreveu! Uma delícia, né?

    Curtir

  2. Adoro viagens que nos surpreendem! Eu fui pega de surpresa em uma Via Crucis na Italia e sei bem como é este teu sentimento. Em Cusco pegamos uma festa de PachaMamma!

    Curtir

  3. Muito interessante este post. Já estive em Cusco e adorei perceber que a cidade, apesar do turismo, não perdeu de todo a sua essência e tradições. Está tudo muito vivo, felizmente. Não conhecia esta celebração, assistir deve ter sido uma boa experiência.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s