Tour Vale Sagrado e como chegar em Águas Calientes

       O Vale Sagrado dos Incas, nos Andes peruanos, fica às margens do Rio Urubamba . Este rio nasce em Vilcanota, onde recebe este mesmo nome até chegar em Urubamba. Era conhecido no tempo dos incas Willkamayu (rio sagrado pelos Incas).Este vale era muito especial para os Incas devido a suas características climáticas e geográficas. Foi um dos principais pontos de produção pela riqueza de suas terras.

mapa vale sagrado20010

      O Valle Sagrado é composto pelos seguintes lugares: Sacsayhuaman, Kenko, Tambomachay, Pisac ou Pisaq, Machay, Maras, Ollantaytambo, Chinchero e Urubamba.

Há vários tipos de passeios pelo Vale Sagrado, porém os mais comuns são os que vão até Chinchero e retornam para Cusco e o que fizemos, onde ficamos em Ollantaytambo para poder pegar o trem e seguir para Machu Picchu. Este último é feito por quem vai de pegar o trem para pernoitar em àguas Calientes na estação de Ollantaytambo e no dia seguinte subir Machu Picchu e foi este que fizemos. O passeio custa 40 soles por pessoa e tem um almoço buffet de 30 soles. A primeira parada do tour é no Mercado de artesanatos, seguido do mirante Taray, Ruínas de Pisaq, Mercado de Pisaq, Pueblo de Urubamba e Ollantaytambo

       Antes de sairmos para o tour,  deixamos as mochilas maiores no hostel e levamos o essencial em uma outra  mochila (que havia levado dentro da maior), pois o nosso passeio finalizaria em Ollantaytambo, onde pegamos o trem para chegar a Machu Picchu Pueblo (Águas Calientes) e pernoitamos por lá para subir Machu Picchu no dia seguinte.

A primeira parada foi no vilarejo de Willka Pukara para conhecer um mercado  de artesanato. Uma curiosidade eram imagens nos telhados da maioria das casas nessa região com uma cruz e dois touros. A cruz significa que aquela família é católica e os touros força e trabalho. Neste local,além de várias tendas de produtos artesanais, você verá algumas lhamas e alpacas. E como diferenciar uma alpaca de uma lhama? A Alpaca tem focinho menor e o da lhama é mais comprido. As peças de artesanatos lindas, coloridas, porém o preço não estava dos mais atrativos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

       Seguimos e fizemos uma rápida parada no Mirador de Taray para admirar o vale e as montanhas, algumas com neve.

Mirador de Taray
Mirador de Taray

Pisaq

       O Parque de Pisaq está localizado a 33 km de distância da cidade de Cusco. O sítio arqueológico fica localizado no ponto mais alto da formada por diversas, praças, templos e outros edifícios. A arquitetura Inca causa admiração pela técnica usada para construir enormes muralhas e edifícios, com blocos de pedra sem nenhum tipo de liga.

Este slideshow necessita de JavaScript.

       O terraço que circunda a montanha é varia entre 3.000 metros acima do nível do mar até os 3.450 metros . Para o manejo da água, os Incas realizaram obras em diversos canais que percorriam os terraços e também contavam com fontes a modo de decoração. Em Pisaq, você verá um dos maiores Cemitérios Inca, com aproximadamente 3 mil corpos. Muitos dos mausoléus de nobres foram profanados para saquearem ouro e prata.

       Lembre-se : Para entrar no Sítio arqueológico de Pisaq você precisa apresentar seu Boleto turístico de Cusco.

      Em seguida, descemos até a cidade que é também é conhecida pelos trabalhos artesanais com prata, que de acordo com o guia, o valor da prata lá é mais barato e de melhor qualidade, pois apresenta um pequeno percentual de cobre o que faz com que ela não escureça facilmente. Visitamos uma fábrica de peças de prata e assistimos uma rápida apresentação de como é feito o processo de criação. No segundo piso da loja, vendem roupas produzidas com pelo de alpaca.

       Está gostando? Inscreva-se no blog para receber avisos de novos posts, no Instagram @astrolabio.trip, em nossa Fanpage Astrolábio Trip e no Canal do Youtube Astrolábio Trip.

       O Mercado de Artesanato de Pisaq fica bem ao lado desta loja de fábrica, com várias tendas vendendo prata e artesanatos e é possível negociar .

     Saindo de lá passamos por uma região onde a especialidade gastronômica é o Cuy, porquinho da Índia.

Chegamos em Urubamba para almoçar no restaurante Inkalicious. Se você reservar junto com o tour custa 30 soles o almoço buffet com sobremesa e na hora 35 soles. Não ví por perto opções mais econômicas para almoçar e como o tour tem tempo contado para tudo, achei arriscado sair para procurar.

Ollantaytambo

       Chegamos às 14e30 em Ollantaytambo que significa lugar de descanso do general Ollantay ou Ollanta. O complexo arqueológico de Ollantaytambo foi uma base militar, religiosa, administrativa e agrícola. No início há parte que eram para banhos, onde os incas se purificavam antes de subir a cidade.

      Uma das montanhas que em frente ao sítio arqueológico mostra formações rochosas que lembram rostos, um representa o Deus Tunupa e o outro de um Imperador Inca . Ao lado do rosto do Deus Tunupa existem as Qolqas, que eram depósitos de alimentos de alimentos, que serviam como refrigeradores. sua localização  foi muito bem planejada, mesmo em dias muito quentes, o vento forte que bate na montanha mantém o local bem fresco, favorecendo a conservação dos alimentos.

Ollantaytambo tem alguns dos melhores trabalhos de construção realizado pelos incas, e você não pode perder os terraços agrícolas e de contenção, o banho da Ñusta, Qolqas e o Templo do Sol.

Este slideshow necessita de JavaScript.

     O Templo do Sol é uma construção monumental, mas no local só restaram 6 monólitos de que devia ser uma das construções mais impressionantes. A relação entre os astros e esses enormes blocos de pedra indica que poderia ter se tratado de um local cerimonial. Acredita-se também que sua construção foi interrompida durante a invasão espanhola, e que nunca foi terminada.

2018-07-08 11.23.52 1
Uma parte dos monólitos do Templo do Sol

       Quem vai voltar para Cusco, ainda conhece o Sítio Arqueológico de Chinchero. Porém como nosso trem para Águas Calientes, saía de Ollantaytambo, foi onde terminamos nosso passeio. Fomos andando até a Praça da cidade que é rodeada de bares e restaurantes bem charmosos. Do complexo até a estação de trem, você pode ir andando ou pegar um tuktuk, que geralmente cobra 3 pesos.

       Entramos na estação e fomos para a sala de espera que tinha como carregar celular e wifi, mas não consegui conectar . Na hora do embarque, vem uma moça com a placa com a letra do seu vagão. E só apresentar o ingresso e embarcar. Pontualmente às 19:04 o trem saiu da estação. O trem tem serviço de bordo, onde serviram bebidas e um cookie.

      Chegamos 20:45 em Águas Calientes. Andamos beirando linha do trem e fomos direto comprar o bilhete do ônibus para subir e descer Machu Picchu que custa 24 dólares (ida e volta). Pra chegar a bilheteria é só virar a primeira direita numa rua de subida ao lado do rio.  Compramos também alguns lanches e água pra levar, pois os valores no sítio arqueológico são bem mais altos. Fizemos Check in no Ecopackers de Machu Picchu e descansar para o dia seguinte.

        E aí, o que achou? Deixe suas impressões lá nos comentários. Inscreva-se no blog para receber avisos dos novos posts, no Instagram @astrolabio.trip , na Fanpage Astrolábio Trip  e no Canal do Youtube Astrolábio Trip.

       No próximo domingo, você conhecerá mais sobre o Complexo Arqueológico de Machu Picchu e mais dicas de como chegar lá aqui em nosso blog. Até o próximo post, viajante!      

  • Vai viajar, gosta de descontos e ainda não escolheu onde se hospedar? Clique em nossos links para ganhar descontos                            em suas próximas hospedagens:  R$50,00 no siteBooking.com https://booking.com/s/de37448f R$ 130,00 noAIRBNB airbnb.com.br/c/priscilab1086  .

  • Você 100% seguro em suas viagens? Você sabia que nós temos uma parceria com a Seguros Promo? Os melhores preços para os melhores planos de seguro viagem. Com o cupom ASTROLABIOTRIP5 você  ganha desconto na aquisição de um seguro viagem. Não perca a chance de viajar com segurança. segurospromo.com.br/p/astrolabiotrip/parceiro

15 comentários

  1. Achei super explicadinho o post, adorei! Meu marido sonha em conhecer Macchu Picchu, ainda não nos programamos, porque nossas viagens são sempre com nossos filhos pequenos, mas estamos pensando numa hora dessas, achei super útil suas dicas, parabéns! 🙂

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s